Previsão do tempo
16°
Chuva pela Manhã

A Banda Chegou

Loreno da Silva

Sábado Total

Adriana Riva

Notícias
Política
Decisão judicial suspende direitos políticos de vereador de Guaraciaba
O Ministério Público do Estado de Santa Catarina ajuizou "ação civil por ato de improbidade administrativa" em face de Neocir Klein e outros com o Município de Guaraciaba

O vereador Neocir Klein, o Fibas do (PT), de Guaraciaba/SC, em sentença proferida pelo Poder Judiciário da Comarca de São Miguel do Oeste/SC, foi condenado em ação pública.

O Ministério Público do Estado de Santa Catarina ajuizou "ação civil por ato de improbidade administrativa" em face de Neocir Klein e outros com o Município de Guaraciaba, por meio de três processos licitatórios, para aquisição de combustíveis.

As penas são:

- Perda da função pública (cargo de vereador ou suplente); 

- Perda dos valores ilicitamente acrescidos ao patrimônio em valores que superam os R$ 120 mil;

- Pagamento de multa civil, duas vezes o valor do acréscimo patrimonial, que deverá ser corrigida monetariamente pelo INPC e com incidência de juros de mora de um por cento ao mês;

- Suspensão dos direitos políticos por 8 (oito) anos;

- E proibição de contratação com o Poder Público ou de recebimento de benefícios fiscais pelo prazo de 10 (dez) anos, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica das quais sejam sócios majoritários.

Sobre a decisão, o departamento de jornalismo do Grupo WH Comunicações procurou o vereador Neocir Klein, o qual concedeu entrevista ao programa Chamada Geral da Rádio Raio de Luz FM e garantiu que vai recorrer da decisão.

Veja Também
Geral
Caixa antecipa fase de saque de contas inativas do FGTS para sábado
Polícia
Detran promove curso de reciclagem por videoconferência em municípios do Paraná
Saúde
Anvisa aprova novo remédio contra o colesterol
Geral
Fachin diz sofrer ameaças e pede providências à presidente do STF
Polícia
Flor da Serra do Sul – Furto qualificado, apreensão de adolescente e recuperação de motocicleta
Geral
Inadimplência cresce e 61,7 milhões de brasileiros estão endividados