Previsão do tempo
21°
26°
Nublado e Pancadas de Chuva

Clube do Povo

Jeferson Rodrigues

Rota 94

Adriana Riva

Notícias
Política
Decisão judicial suspende direitos políticos de vereador de Guaraciaba
O Ministério Público do Estado de Santa Catarina ajuizou "ação civil por ato de improbidade administrativa" em face de Neocir Klein e outros com o Município de Guaraciaba

O vereador Neocir Klein, o Fibas do (PT), de Guaraciaba/SC, em sentença proferida pelo Poder Judiciário da Comarca de São Miguel do Oeste/SC, foi condenado em ação pública.

O Ministério Público do Estado de Santa Catarina ajuizou "ação civil por ato de improbidade administrativa" em face de Neocir Klein e outros com o Município de Guaraciaba, por meio de três processos licitatórios, para aquisição de combustíveis.

As penas são:

- Perda da função pública (cargo de vereador ou suplente); 

- Perda dos valores ilicitamente acrescidos ao patrimônio em valores que superam os R$ 120 mil;

- Pagamento de multa civil, duas vezes o valor do acréscimo patrimonial, que deverá ser corrigida monetariamente pelo INPC e com incidência de juros de mora de um por cento ao mês;

- Suspensão dos direitos políticos por 8 (oito) anos;

- E proibição de contratação com o Poder Público ou de recebimento de benefícios fiscais pelo prazo de 10 (dez) anos, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica das quais sejam sócios majoritários.

Sobre a decisão, o departamento de jornalismo do Grupo WH Comunicações procurou o vereador Neocir Klein, o qual concedeu entrevista ao programa Chamada Geral da Rádio Raio de Luz FM e garantiu que vai recorrer da decisão.

Veja Também
Polícia
Caminhão e automóvel colidem na BR 163
Polícia
PRF reforça ações de fiscalização e educação para evitar mortes
Polícia
Dois bandidos mortos, dois feridos e três presos em confronto com a Polícia Militar
Geral
Barracão - Candidatos realizam provas do Processo Seletivo
Geral
Abono salarial ano-base 2015 será pago a partir desta quinta
Economia
Mantega libera aumento da gasolina, mas Petrobras não anuncia valor