Previsão do tempo
20°
28°
Variação de Nebulosidade

Musical

Notícias
Economia
Assembleia aprova novo piso regional do Paraná
A proposta é fruto de negociações entre trabalhadores e empregadores

O plenário da Assembleia Legislativa aprovou em sessão extraordinária na última quarta-feira o projeto de lei do Poder Executivo, que fixa, a partir de 1º de maio, os valores do piso salarial do Estado do Paraná e sua política de valorização. O piso variará de R$ 1.148,40 a R$ 1.326,60.

A proposta é fruto de negociações entre trabalhadores e empregadores, com participação do Poder Público, através do Conselho Estadual do Trabalho e assegura aos trabalhadores paranaenses o maior salário mínimo regional do país.

O maior piso é ao grupo de técnicos do nível médio (R$ 1.326,60), seguido pelos trabalhadores da produção de bens e serviços industriais, com piso de R$ 1.234,20, pelos trabalhadores de serviços, vendedores do comércio em lojas e mercados e trabalhadores de reparação e manutenção, que devem ter remuneração mínima de R$ 1.190,20 e o piso de R$ 1.148,40 aos trabalhadores agropecuários, florestais e da pesca.

 O projeto aprovado estabelece ainda que a política de valorização dos pisos salariais a serem fixados a partir do ano de 2021 será objeto de negociação tripartite entre as centrais sindicais e federações patronais, com a participação do Governo do Estado, e acompanhamento do Ministério Público do Trabalho e da Superintendência Regional do Ministério do Trabalho e Emprego. Essa comissão tripartite deverá ser constituída até o final do primeiro semestre de 2020, e será nomeada por meio de resolução do Conselho Estadual do Trabalho – CET, órgão encarregado de fazer o monitoramento e avaliação da política estadual de valorização do piso salarial do Paraná.

Veja Também
Geral
Movimento Aduana é Nossa chega em Brasília com forte aparato político
Polícia
D.C - Acidente de trânsito próximo a prefeitura
Geral
Sicredi Fronteiras terá estande especial na ExpoCap 2016
Geral
São Miguel do Oeste recebe o governador para palestra regional
Geral
'Desaposentação' volta hoje à pauta do Supremo
Geral
À espera do dono: 1,5 milhão ainda não sacou o PIS 2015