Previsão do tempo
19°
28°
Possibilidade de Pancadas de Chuva à Tarde

Chimarreando com a Fronteira

Loreno da Silva

Som Brasil

Laudinor Dalvani

Notícias
Polícia
Advogado mata duas pessoas e comete suicídio após brigar com vizinhos por causa de um vazamento de água
Os moradores e a esposa do atirador, que presenciou a tentativa de suicídio, estavam em estado de choque

Em Cascavel, região oeste do Paraná, após um desentendimento entre moradores do edifício Laury Sonda, no centro da cidade, duas pessoas foram baleadas e morreram. O autor dos disparos, e também morador do prédio, foi encontrado desacordado após atirar contra a própria cabeça, tentando suicídio.

De acordo com informações da polícia, o crime aconteceu após uma briga entre os moradores, motivada por um vazamento de água em um dos apartamentos. As vítimas Luiz Carlos Pasqualini, que era morador do prédio, e o porteiro Cesar Klein morreram na hora. O autor dos disparos, Denis Lisboa Costa, de 40 anos, e também uma das vítimas eram advogados – Pasqualini chegou a atuar como conselheiro da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

Após o crime, o autor dos disparos foi até sua residência, no nono andar, deixou mensagens nos espelhos pedindo perdão para esposa e a filha e disparou contra a cabeça na escadaria de emergência do prédio. Equipes de socorro prestaram atendimento e ele foi encaminhado ao hospital, mas não resistiu ao ferimento e morreu no hospital.

Os moradores e a esposa do atirador, que presenciou a tentativa de suicídio, estavam em estado de choque e receberam atendimento do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Veja Também
Economia
Arrecadação cresce e brasileiros já pagaram R$ 1,4 trilhão em impostos no ano
Polícia
Polícia apreende 7,2 toneladas de maconha e gera prejuízo milionário ao tráfico no Paraná
Economia
Preço do álcool sobe e supera os R$ 2 pela 1ª vez no ano
Geral
Começa a valer FGTS obrigatório para domésticos
Polícia
PRF prende motoristas com contrabando de cigarros na BR-163
Polícia
Uma em cada três mulheres sofre violência; maridos são os principais agressores