Previsão do tempo
21°
31°
Possibilidade de Pancadas de Chuva à Tarde

Chimarreando com a Fronteira

Loreno da Silva

Som Brasil

Loivo Miguel

Notícias
Economia
Inadimplência estabiliza em maio e número de negativados chega a 59,25 milhões em todo o país, diz SPC Brasil
significam que 39,91% da população brasileira com idade entre 18 e 95 anos estão inadimplentes

O número de consumidores com contas em atraso e com CPFs negativados se manteve estável no Brasil, de acordo com estimativa do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL). De acordo com o indicador, na passagem de abril para maio, cerca de 50 mil brasileiros foram inscritos nos cadastros de restrição ao crédito, totalizando cerca de 59,25 milhões de consumidores em todo o país com o CPF negativado. Ainda que, em números absolutos, represente um aumento no número de consumidores, é considerado uma estabilização: de março para abril o crescimento tinha sido de 500 mil brasileiros, totalizando 59,20 milhões.

Mesmo que o número de negativados não tenha crescido substancialmente em maio, quando comparado com meses anteriores, os dados significam que 39,91% da população brasileira com idade entre 18 e 95 anos estão inadimplentes e com o nome registrado em serviços de proteção ao crédito. Entre os adultos de 30 a 39 anos, a proporção é ainda maior: mais da metade (50,32%) se encontram negativados, o que totaliza 17 milhões de consumidores enfrentando dificuldades para realizar compras a prazo, fazer empréstimos, financiamentos ou contrair crédito de modo geral.

Veja Também
Geral
Mega-Sena acumula, e prêmio pode chegar a R$ 60 milhões
Geral
Com alta no consumo e nas contas de energia, consumidor pode trocar eletrodomésticos por aparelhos mais eficientes com descontos.
Geral
Mega-Sena de R$ 15,2 milhões sai para o RS
Polícia
Colisão frontal deixa sete pessoas feridas na BR 282
Geral
Prefeito Luciano Buligon de Chapecó faz postagem polêmica em sua página social sobre Rota do Milho
30
SDR/DC sedia reunião do Conselho de Desenvolvimento Regional