Previsão do tempo
16°
28°
Parcialmente Nublado

Rota 94

Adriana Riva

Notícias
Política
Presidente do TSE destaca papel do aplicativo Pardal no combate à corrupção eleitoral
Para o presidente do TSE, ministro Gilmar Mendes, o Pardal é “uma nova ferramenta institucional de combate à corrupção eleitoral”

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) acaba de lançar o aplicativo Pardal, por meio do qual cidadãos de todo o país poderão fazer denúncias à Justiça Eleitoral de irregularidades praticadas por candidatos e partidos durante a campanha eleitoral.

Para o presidente do TSE, ministro Gilmar Mendes, o Pardal é “uma nova ferramenta institucional de combate à corrupção eleitoral” e que as denúncias recebidas serão apuradas pelo Ministério Público Eleitoral (MPE), “parceiro incansável na busca pela lisura das eleições”. Caberá ao MPE avaliar a consistência das informações recebidas e formalizar eventuais denúncias aos juízes eleitorais de cada localidade.

Gilmar Mendes lembra que o país tem vivido um “longo e ardiloso processo político e institucional de consolidação da democracia” e a Justiça Eleitoral “tem se ocupado da tarefa estratégica de promoção da cidadania, com a missão institucional de garantir a legitimidade e a segurança do processo eleitoral”.

De acordo com o Promotor de Justiça da Comarca de Dionísio Cerqueira, Dr. Mateus, "para o aplicativo Pardal ter a eficácia esperada, é igualmente importante que as denúncias, para serem levadas ao juízo, sejam bem fundamentadas, com data, horário, local, responsáveis, local de obtenção da prova, entre outras informações  verossímeis".

O aplicativo

O aplicativo Pardal foi desenvolvido pelo Tribunal Regional Eleitoral do Espírito Santo (TRE-ES) com a colaboração do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) e, a partir de agora, será adotado em todo território nacional.

Segundo o ministro Gilmar Mendes, “a ampliação do uso do aplicativo Pardal representa um importante passo para a disseminação de boas práticas, contribuindo para o esforço coletivo em garantir a transparência e a legitimidade das eleições”.

Ele explicou que, antes, o grande problema que a Justiça Eleitoral enfrentava era em relação à denuncias sem consistência ou não atendimento às formalidades legais "e agora passamos a ter essas provas por conta desse software", disse ele ao se referir a fotos e vídeos que os autores das denúncias poderão enviar por meio do aplicativo.

O aplicativo Pardal pode ser baixado a partir de hoje nas lojas on-line para dispositivos móveis (celulares e tablets).

Veja Também
Polícia
Fuga em Realeza: Dois foragidos foram recapturados
Polícia
Acusado de matar mulher e ocultar o corpo vai a julgamento
Polícia
Polícia Militar flagra veículo com produtos contrabandeados da Argentina
Mundo
Americano falha tentando cruzar o Atlântico com balões de gás hélio
Polícia
Dados da Operação Semana Santa 2015 serão contabilizados na tarde de hoje, pela PRF
Geral
Auditores da Receita Federal protestam por definição da campanha salarial