Previsão do tempo
16°
Predomínio de Sol

Rota 94

Adriana Riva

Notícias
Geral
Cerveja pode deixar as pessoas mais sociáveis, mostra estudo
A maior diferença foi percebida entre as mulheres e pessoas mais tímidas

Estudo revela: beber um copo de cerveja pode deixar as pessoas mais sociáveis.

Isso é o que revelou um estudo feito na Suíça com 60 pessoas, com número igual de homens e mulheres consumindo cerveja com e sem álcool.

Os participantes foram submetidos a uma série de testes, incluindo reconhecimento de feições, emoções e excitação sexual.

As pessoas que ingeriram bebida alcoólica demonstraram mais desejo de contato com outras, em um ambiente aberto, animado e de conversa.

A maior diferença foi percebida entre as mulheres e pessoas mais tímidas.

A cerveja também fez com que os participantes reconhecessem feições alegres mais facilmente.

Depois, os pesquisadores mostraram aos participantes fotos de conteúdo sexual explícito.

Os participantes que consumiram cerveja sem álcool classificaram essas imagens como menos agradáveis, diferente das pessoas que consumiram álcool.

Segundo a pesquisa, o resultado foi mais marcante entre as mulheres, mas sem que fosse notado um maior nível de excitação sexual.

O Ministério da Saúde considera como consumo abusivo a ingestão de quatro ou mais doses de álcool para mulheres ou cinco ou mais doses para homens, em única ocasião.

Já no Reino Unido, o conselho é que homens e mulheres limitem a ingestão de bebidas alcóolicas a menos de dois copos de cerveja ou uma taça de vinho por dia.

No país, essa recomendação leva em conta evidências ligadas a alguns tipos de câncer, como por exemplo o de mama.

Veja Também
Polícia
Elementos são detidos na posse de maconha em Barracão
Polícia
Agricultor encontra ossada humana enquanto trabalhava no interior de Chopinzinho
Polícia
PRE emite mais de 2 mil notificações por excesso de velocidade durante o Reveillon, no Paraná
Geral
Mega-Sena acumula, e prêmio pode alcançar R$ 32 milhões no sábado
Geral
Inspetor-Chefe da Receita Federal comenta sobre a estrutura de atendimento na Aduana de Cargas
Geral
Brasil tem 70 casos confirmados de febre amarela com 40 mortes