Previsão do tempo
16°
28°
Parcialmente Nublado

Super Manhã 94

Loivo Miguel

Notícias
Geral
Após 15 dias, professores encerram greve no Paraná

Os professores e funcionários da educação suspenderam a greve da categoria, em assembleia realizada na manhã desta segunda-feira (31) e as aulas estão programadas para voltar na terça-feira (1). Cerca de 3 mil educadores participaram da reunião organizada pela App-Sindicato.

De acordo com a nota divulgada pelo sindicato, os profissionais vão realizar outras mobilizações para avançar com as negociações junto ao governo estadual. O Estado tem 78 mil professores e 31 mil funcionários da Educação, com 1 milhão de estudantes distribuídos em 2,1 mil escolas. Segundo o sindicato, a paralisação atingiu 65% da categoria.

A greve foi deflagrada contra a emenda da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), encaminhada pelo governador Beto Richa (PSDB) para a Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) que retira o reajuste dos servidores públicos previsto para janeiro de 2017. A votação da emenda foi suspensa.

A promessa de reajuste foi feita para acabar com a greve dos servidores, que aconteceu no ano passado, durou 44 dias e ficou marcada pela violência do dia 29 de abril.

No dia 20, o governo do estado aceitou retirar o item 33 da emenda nº 043/2016, que suspenderia a data-base dos servidores públicos no ano que vem, caso as greves sejam encerradas. De acordo com a assessoria de imprensa da Casa Civil, a proposta só deve valer quando todas as categorias de servidores públicos encerrarem a paralisação. Os policiais civis e professores universitários também estão em greve.

O presidente do Sinclapol, sindicato que representa os policiais civis, afirmou que a categoria deve voltar ao trabalho após receber a notificação da decisão do Tribunal de Justiça que considerou a greve ilegal. “A assembleia que nós já tivemos decidiu que, em caso de declaração de ilegalidade da greve, vamos voltar ao trabalho. Estamos esperando a notificação para começar outro movimento, sem paralisação, mas vamos recorrer da decisão política do TJ”, afirmou.

Veja Também
Polícia
Comissão da Câmara aprova projeto que prevê porte de arma para agentes prisionais
Polícia
Pela 1ª vez desde a Constituição de 88, STF manda prender deputado federal
Polícia
Iniciam as instalações do sistema de videomonitoramento em São Miguel do Oeste
Educação
Já é possível ver a lista de cursos e universidades com vagas pelo ProUni
Economia
Só em maio, cada brasileiro pagou em média R$ 650 em impostos
Polícia
Elemento é preso por crimes de furto e receptação