Previsão do tempo
12°
17°
Predomínio de Sol

A Banda Chegou

Loreno da Silva

Sábado Total

Adriana Riva

Notícias
Polícia
Adolescente agride familiares e funcionários no Hospital de Dionísio Cerqueira

Na madrugada deste domingo (06), um adolescente de 17 anos provocou o maior “auê” no Hospital Municipal de Dionísio Cerqueira/SC.

A ocorrência iniciou quando a Polícia Militar foi acionada para deslocar até a Rua Sete de Setembro, onde havia um elemento batendo em portas e janelas e gritando muito.

Chegando ao local constatou-se que a entrada de um prédio e o passeio possuíam marcas de sangue, as quais seguiam da entrada do prédio até o segundo andar, com volume de sangue intenso.

Os vizinhos informaram que o sangramento advinha de um ferimento em morador do local, o qual havia sido conduzido para o Hospital por seu colega de apartamento.

Sendo assim, a guarnição deslocou até o Hospital de Dionísio Cerqueira para averiguar a situação. Porém, no trajeto a guarnição foi informada pelo Copom que um paciente do Hospital estava completamente descontrolado e agressivo e já havia investido contra o médico e enfermeiros.

Chegando no Hospital, os policias logo foram abordados por enfermeiras pedindo ajuda. Ao adentrar na unidade de saúde os PMs avistaram o médico plantonista e enfermeiros tentando conter o indivíduo.

Os atendentes informaram que as agressões por parte do autor estavam ocorrendo desde o atendimento inicial no pronto socorro, mediante socos e chutes, as quais por sua intensidade ocasionaram náuseas e vômito em um dos enfermeiros, por ter sido agredido no estômago e no rosto.

 

O autor dos fatos passou o tempo todo ofendendo os atendentes do Hospital e a Guarnição Policial, além de proferir ameaças de morte aos presentes.

A Guarnição Policial efetuou a imobilização do autor para que fosse possível o atendimento médico ao mesmo, porém, ele continuou as agressões.

Durante a ocorrência chegaram no Hospital para atendimento médico duas vítimas de acidente de trânsito, em estado grave, as quais não puderam ser imediatamente atendidas, tendo em vista a situação conturbada criada pelo rapaz, que não permitia seu atendimento e não colaborava para que as outras vítimas pudessem ser atendidas.

Foram aplicados no autor vários medicamentos calmantes, porém, pareciam não surtir efeitos, permanecendo o paciente acordado e agressivo.

Até o pai do rapaz compareceu no Hospital na tentativa de acalmar o filho, mas também foi agredido pelo adolescente.

Assim sendo, foram utilizadas ataduras para imobilizar o rapaz, sendo que somente após uma hora e trinta minutos os calmantes começaram a surtir efeitos. Então ele foi conduzido até um quarto, permanecendo em observação.

Por se tratar de menor, 17 anos, o rapaz foi entregue aos cuidados dos seus pais, conforme orientação repassada pelo Delegado de Polícia.

 

Polícia Militar

Veja Também
Polícia
Polícia Militar apreende veículos roubados carregados com cigarros contrabandeados
Entretenimento
• Promoção Social de Bom Jesus do Sul reforça divulgação da programação alusiva ao aniversário do município e calendário de encerramento de atividades
Som alto e as festas de verão atraem muita gente, mas também incomodam a vizinhança
Polícia
CRIME PASSIONAL: Mulher é morta a facadas dentro de casa
Polícia
Última semana de inscrições no concurso da Polícia Federal
Geral
Usina Baixo Iguaçu poderá ser denominada de “Deputado Caíto Quintana”