Previsão do tempo
23°
29°
Pancadas de Chuva a Tarde

Musical

As mais pedidas da semana

Adriana Riva

Notícias
Economia
Custo de vida do brasileiro deve fechar o ano 6,4% maior, índice 0,1% abaixo do teto
Para muito trabalhador, que teve que apertar o cinto para manter as contas em dia, esse ainda é um aumento grande

Apesar da crise, o custo de vida do brasileiro vai aumentar bem menos, neste ano, e ficar dentro da meta definida pelo governo.

É o que diz a última edição do boletim Focus, do Banco Central, que reúne a opinião das principais instituições financeiras do País.

Depois de sete quedas consecutivas, os economistas disseram que a inflação ficará em 6,4 por cento.

Enquanto Ministério da Fazenda tem definido um limite de 6,5 por cento.

Para muito trabalhador, que teve que apertar o cinto para manter as contas em dia, esse ainda é um aumento grande.

Mas quando se leva em conta que a alta, em 2015, chegou perto de 11 por cento, fica nítido que, nesse sentido, as coisas melhoraram.

Pra que o consumidor entenda melhor o que esses números representam no orçamento, a conta é a seguinte.

Quem, no fim de 2014, gastava 500 reais com a compra do mês, viu esse valor subir para 555 no ano passado e para 590 no fim deste ano.

Veja Também
Política
Eleições 2014
Geral
Secretaria de Saúde de Dionísio Cerqueira realiza 2ª Campanha de Coleta de Lixo Eletrônico
Economia
Alta em índice faz aluguel subir 7,8% no início do ano
Geral
Gastos com moradia, saúde e educação cresceram nos últimos 10 anos, diz IBGE
Geral
Enem: 29% dos candidatos faltam no 2° dia e 66 são eliminados
Saúde
Anvisa quer proibir cigarro com sabor