Previsão do tempo
19°
27°
Predomínio de Sol
Notícias
Polícia
Associação de praças comemora novo efetivo na PM-SC, mas faz alerta

Com intensas reivindicações por ampliação do efetivo da Polícia Militar nos últimos anos, a Associação dos Praças de Santa Catarina (Aprasc) disse que a convocação de 1.084 novos policiais deve ser comemorada, mas é necessário manter o questionamento permanente por investimentos e contratações mínimas em substituição aos militares que estão se aposentando.

Os dados da entidade são de que o efetivo da PM caiu 10% desde 2014 e só em 2016 houve baixa de 886 policiais militares. Destes, 780 se aposentaram por tempo de serviço, muitos para escapar das novas regras da previdência que poderão ser implementadas.

O presidente da Aprasc, Edson Fortuna, alerta para a necessidade de ampliar o efetivo principalmente das cidadezinhas no interior de Santa Catarina, nas regiões Planalto Serrano, Planalto Norte Oeste, Meio Oeste e Extremo Oeste.

A Aprasc afirma que agora o problema maior é a situação do Corpo de Bombeiros Militar. Segundo a entidade, quarteis estão sendo fechados no Extremo Oeste em razão da falta de efetivo, hoje de 2,5 mil bombeiros, e há necessidade de acréscimo de no mínimo mil servidores.

Na solenidade desta segunda na PM, em Florianópolis, o governador Raimundo Colombo prometeu lançar este ano concurso para outras instituições como a Polícia Civil, Instituto Geral de Perícias (IGP) e Corpo de Bombeiros.

 

Diário Catarinense

 

Veja Também
Esportes
Juventus e Monaco decidem vaga na final da Liga dos Campeões
Polícia
PM registra furtos na manhã desta quarta-feira em Dionísio Cerqueira
Polícia
Idosa de 95 anos morre afogada na piscina de casa em Herval D´Oeste
Economia
BC indica ligeira melhora na economia do País
Polícia
Caçador morre com tiro nas costas
Polícia
Elemento é preso vendendo droga na Praça Clevelândia