Previsão do tempo
13°
27°
Parcialmente Nublado

Madrugada da 94

Notícias
Polícia
Associação de praças comemora novo efetivo na PM-SC, mas faz alerta

Com intensas reivindicações por ampliação do efetivo da Polícia Militar nos últimos anos, a Associação dos Praças de Santa Catarina (Aprasc) disse que a convocação de 1.084 novos policiais deve ser comemorada, mas é necessário manter o questionamento permanente por investimentos e contratações mínimas em substituição aos militares que estão se aposentando.

Os dados da entidade são de que o efetivo da PM caiu 10% desde 2014 e só em 2016 houve baixa de 886 policiais militares. Destes, 780 se aposentaram por tempo de serviço, muitos para escapar das novas regras da previdência que poderão ser implementadas.

O presidente da Aprasc, Edson Fortuna, alerta para a necessidade de ampliar o efetivo principalmente das cidadezinhas no interior de Santa Catarina, nas regiões Planalto Serrano, Planalto Norte Oeste, Meio Oeste e Extremo Oeste.

A Aprasc afirma que agora o problema maior é a situação do Corpo de Bombeiros Militar. Segundo a entidade, quarteis estão sendo fechados no Extremo Oeste em razão da falta de efetivo, hoje de 2,5 mil bombeiros, e há necessidade de acréscimo de no mínimo mil servidores.

Na solenidade desta segunda na PM, em Florianópolis, o governador Raimundo Colombo prometeu lançar este ano concurso para outras instituições como a Polícia Civil, Instituto Geral de Perícias (IGP) e Corpo de Bombeiros.

 

Diário Catarinense

 

Veja Também
Polícia
Aprovada pena maior para morte de mulher decorrente de violência doméstica
Santa Catarina
Lançado mais um edital do Programa Mais Médicos
Polícia
Presos fazem rebelião na penitenciária de Cascavel
Geral
Em pesquisa, Nicolás Maduro é rejeitado pela maioria da população venezuelana
Última rodada do Brasileirão Série B define os times rebaixados e aqueles que subirão para a elite em 2013
Polícia
Homem rouba o próprio carro em Porto União