Previsão do tempo
15°
23°
Variação de Nebulosidade
Notícias
Geral
Julgamento da chapa Dilma-Temer será retomado em junho

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Gilmar Mendes, marcou para os próximos dias 6 a 8 do mês que vem o julgamento da ação que pede a cassação da chapa Dilma Rousseff-Michel Temer, que venceu a eleição presidencial de 2014.

A pedido do relator do caso, ministro Herman Benjamin, Mendes reservou quatro sessões para o julgamento.

Na ação, apresentada à Justiça Eleitoral pelo PSDB em dezembro de 2014 – dois meses depois da derrota nas urnas do candidato do partido, Aécio Neves –, os tucanos acusaram a chapa Dilma-Temer de ter cometido abuso de poder político e econômico por, supostamente, ter recebido dinheiro de propina do esquema de corrupção que atuava na Petrobras investigado pela Operação Lava Jato. Atualmente, o PSDB integra do governo Temer, no qual detém quatro ministérios.

Se o TSE decidir pela cassação da chapa, o presidente Michel Temer perde o mandato e, junto com Dilma, fica inelegível por oito anos. Nessa hipótese, o Congresso então deverá realizar eleições indiretas para a Presidência da República, com a possibilidade de se candidatar qualquer brasileiro nato com mais de 35 anos de idade, filiado a partido político e escolhido pelo partido. Votam na eleição indireta os 513 deputados e 81 senadores.

G1

 

Veja Também
Polícia
Motociclista com habilitação vencida tenta fugir
Geral
Prazo de inscrições para o Bom Negócio Paraná é prorrogado
Geral
Pela 1ª vez na história, alimentos transgênicos serão maioria na safra brasileira
Polícia
Santa Catarina registra queda de 50% no índice de evasão do Sistema Prisional na virada de ano
Polícia
Homem é preso com 118 frascos de lança perfume em Dionísio Cerqueira
Geral
Correios avaliam demissão de concursados