Previsão do tempo
21°
32°
Pancadas de Chuva a Tarde
Notícias
Geral
O ex-diretor de Serviços da Petrobras Renato Duque

O ex-diretor de Serviços da Petrobras Renato Duque detalhou em pelo menos dois anexos de sua delação premiada operações envolvendo o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O novo delator da Lava Jato quer desmentir versão apresentada pelo petista ao juiz federal Sérgio Moro no qual falou de encontro com Duque, em um hangar do aeroporto de São Paulo, para perguntar sobre contas no exterior do ex-diretor da estatal.

Nesses dois anexos, estão detalhados os encontros com Lula e o esquema de propinas envolvendo a Sete Brasil, empresa que tinha contratos com a Petrobras para a construção de navios-sonda.

Segundo Renato Duque, o dinheiro de propina da Sete Brasil teria abastecido contas do PT, de José Dirceu e de Lula. Ainda de acordo com o delator, o ex-ministro Antonio Palocci teria gerenciado os valores desviados para o presidente na época em que estava no governo.

Em outro anexo, o ex-diretor de Serviços da Petrobras fala dos encontros com Lula, como o que ocorreu no hangar do aeroporto de São Paulo, em 2014. Lula confirmou o encontro e disse que pediu a João Vaccari Neto que marcasse a reunião.

Duque afirma que o registro das passagens são os voos JJ 3929 e JJ 3944, ida e volta Rio-Congonhas.

 

Veja Também
Política
Projeto de cura gay é arquivado na Câmara
Economia
Nova regra para pensões por morte já está em vigor no país
Geral
Proposta de guarda compartilhada obrigatória é aprovada no Senado
Polícia
Desacato a funcionário público em DC
Economia
Governo aumenta tributação sobre bebidas
Geral
Comércios de Guaraciaba, Guarujá do Sul, São José do Cedro e Princesa fecham as portas nesta terça