Previsão do tempo
16°
Chuva pela Manhã

A Banda Chegou

Loreno da Silva

Sábado Total

Adriana Riva

Notícias
Geral
O ex-diretor de Serviços da Petrobras Renato Duque

O ex-diretor de Serviços da Petrobras Renato Duque detalhou em pelo menos dois anexos de sua delação premiada operações envolvendo o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O novo delator da Lava Jato quer desmentir versão apresentada pelo petista ao juiz federal Sérgio Moro no qual falou de encontro com Duque, em um hangar do aeroporto de São Paulo, para perguntar sobre contas no exterior do ex-diretor da estatal.

Nesses dois anexos, estão detalhados os encontros com Lula e o esquema de propinas envolvendo a Sete Brasil, empresa que tinha contratos com a Petrobras para a construção de navios-sonda.

Segundo Renato Duque, o dinheiro de propina da Sete Brasil teria abastecido contas do PT, de José Dirceu e de Lula. Ainda de acordo com o delator, o ex-ministro Antonio Palocci teria gerenciado os valores desviados para o presidente na época em que estava no governo.

Em outro anexo, o ex-diretor de Serviços da Petrobras fala dos encontros com Lula, como o que ocorreu no hangar do aeroporto de São Paulo, em 2014. Lula confirmou o encontro e disse que pediu a João Vaccari Neto que marcasse a reunião.

Duque afirma que o registro das passagens são os voos JJ 3929 e JJ 3944, ida e volta Rio-Congonhas.

 

Veja Também
Polícia
Filho mata pai a machadadas em Mondaí
Polícia
Arrombamento e furto em residência
Polícia
Após sequestro de casal, mulher de Pastor segue desaparecida
Economia
PIB brasileiro tem seu pior resultado desde 2009
Geral
Tribunal de Justiça gastou mais de R$ 158 mil para abastecer sua cozinha
Polícia
Polícia Militar apreende camionete roubada e prende suspeito de contrabando