Previsão do tempo
22°
Parcialmente Nublado

Manhã da Fronteira

Sandro Barcelos

Super Manhã 94

Adriana Riva

Notícias
Geral
Alistamento militar poderá ser pela internet em todo o Brasil

Você sabia que a partir deste ano o alistamento militar poderá ser feito pela internet? Isso mesmo! Agora o alistamento para fazer parte do Exército Brasileiro, da Marinha do Brasil ou da Força Aérea Brasileira vai poder ser feito de forma online pelo site www.alistamento.eb.mil.br.

Neste ano, é a vez dos jovens que nasceram no ano 2000 se alistarem. Ou seja, todo brasileiro do sexo masculino que completar 18 anos é obrigado a se alistar pela internet ou então deve comparecer a uma Junta de Serviço Militar mais próxima da sua residência. O prazo máximo é até o dia 30 de junho.

Quem optar por fazer o alistamento pela internet deve preencher o formulário e informar o número do CPF para validação dos seus dados pessoais. Agora quem não tem o CPF deve levar os seguintes documentos na junta de Serviço Militar: certidão de nascimento ou no caso de brasileiro naturalizado ou por opção, a prova de naturalização ou certidão do termo de opção; um comprovante de residência ou declaração assinada; e convém também levar um documento oficial com fotografia que permita sua identificação, caso necessário.

Caso perca o prazo, é preciso comparecer a Junta de Serviço Militar mais próxima da sua residência, pagar a multa militar por estar fora do prazo e fazer o alistamento. Esta multa é uma pena, em dinheiro, que é corrigida de três em três meses.

Quem não se alistar dentro do prazo, além de ter que pagar esta multa vai estar em débito com o Serviço Militar e não poderá obter passaporte ou prorrogação de sua validade; não vai poder ingressar como funcionário, empregado ou associado em uma instituição, empresa ou associação oficial, oficializada ou subvencionada; não poderá assinar contrato com o Governo Federal, Estadual, dos Territórios ou Municípios; e prestar exame ou matricular-se em qualquer estabelecimento de ensino.

Além disso, o jovem ficará impedido de obter carteira profissional, registro de diploma de profissões liberais, matrícula ou inscrição para o exercício de qualquer função e licença de indústria e profissão; de inscrever-se em concurso para provimento de cargo público; exercer, a qualquer título, sem distinção de categoria ou forma de pagamento, qualquer função pública ou cargo público, eletivos ou de nomeação; e receber qualquer prêmio ou favor do Governo Federal, Estadual, dos Territórios ou Municípios.

 

Com informações do portal AGÊNCIA DO RÁDIO BRASILEIRO (texto)

Veja Também
Geral
TSE decide que candidatos "trans" devem contar para cotas nas eleições
Polícia
Polícia prende o quinto envolvido em homicídio em São Miguel do Oeste
Geral
ADR de Dionísio Cerqueira anuncia a retomada das obras do Centro de Atendimento ao Turista – CAT
Polícia
Réus do caso Boate Kiss irão a júri popular
Geral
Bancários rejeitam nova proposta salarial e greve continua
Esportes
Finalistas dos estaduais de RJ, MG e RS serão conhecidos neste fim de semana