Previsão do tempo
16°
Predomínio de Sol

Rota 94

Adriana Riva

Notícias
Polícia
Falso curandor é preso por charlatanismo e estelionato Ele prometia até a localização de mina de ouro

A Vara Criminal da Comarca de São Miguel do Oeste publicou sentença na qual dois estelionatários foram condenados a quase 30 anos de prisão.

Eles atuaram no ano passado na cidade de Guaraciaba e lesaram dezenas de pessoas.

O dinheiro foi obtido a partir de promessas de cura de doenças, de "cura de mal olhado", de localizar "minas de ouro", entre diversas outras mentiras.

Uma das vítimas, de 69 anos, buscou ajuda do falso curandor, pois deseja encontrar um namorado. O estelionatário por sua vez leu as cartas e alegou que arrumaria um namorado para a vítima, motivo pelo qual pediu o valor de R$ 1.400 para o trabalho, o qual não se concretizou porque a vítima achou muito caro.

Outra idosa, esta de 74 anos, com problemas de coluna e nervo atrofiado em um dos pés, recebeu à notícia de que havia pisado em um mal muito sério, a qual pagou a quantia de R$ 300,00 para a retirada dos problemas. Após receber o valor, o acusado pediu para a idosa fechar os olhos ficar com as mãos para cima, ocasião em passou a realizar orações.

Outra vítima com problemas de morte de animais em sua propriedade, foi induzida ao pagamento de R$ 3.200, pois o golpista afirmou que sua propriedade estaria amaldiçoada e para retirar os males pediu tal quantia. Após o pagamento o charlatão entregou uma correntinha afirmando que o objeto afastaria os males. Na mesma oportunidade, o vigarista afirmou que na propriedade havia uma mina de ouro e para ajudar encontrá-la seria necessário o pagamento de R$ 5.000.

Outra vítima pagou a quantia de R$ 1.200 para retirada de macumba, pois seus problemas de pulmão eram provenientes de tal mal que haviam feito em seu desfavor.

Uma idosa de 67 anos recebeu a notícia de que havia muita inveja ao seu redor e que coisas ruins aconteceriam, tais como o estabelecimento comercial da família iria fechar e que se separaria do marido, sendo que os golpistas seriam capazes de afastar a inveja e o mal existente.

Também chamou a atenção o caso de uma mulher, portadora de necessidades especiais (cadeirante), a qual voltaria a andar mediante o pagamento de R$ 1.500 para cirurgia espiritual. Após entrega do valor, os denunciados iniciaram o procedimento de cura com orações e preces. Entretanto, o procedimento não fez com a vítima voltasse a caminhar.

Entre outras curas, teve casos de problema no coração, coluna, pulmão, pedras nos rins, pressão alta, cisto nos ovários, alergias, mal olhado, inveja, entre outras.

No processo foram bloqueados bens dos acusados e as vítimas poderão buscar o ressarcimento com o prejuízo.

Ambos foram presos em flagrante e o principal agente permanecerá preso enquanto aguarda recurso contra a sentença.

 

Veja Também
Polícia
Erro de português em CNH falsificada entrega foragido de São Paulo
Geral
Um bilhão de pessoas no mundo vivem sem banheiro, o que aumenta o risco de doenças
Polícia
Caminhão é arrombado no acesso à Aduana de Cargas de DC
Geral
Estudo mostra aumento dos casos de câncer de intestino entre os jovens
Saúde
Colesterol é um dos vilões que causam Alzheimer.
Polícia
D.C - Veículo é furtado enquanto proprietário dormia ao lado