Previsão do tempo
12°
24°
Possibilidade de Pancadas de Chuva à Tarde

Nossa Terra Nossa Gente

Doalcei Alves

Trânsito Livre

Sandro Barcellos

Notícias
Geral
PGR reforça pedido de condenação do deputado Nelson Meurer; julgamento será nesta terça-feira

A Procuradoria Geral da República (PGR) reforçou nesta segunda-feira (14) um pedido para que a Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) condene o deputado federal Nelson Meurer (PP-PR) e dois filhos dele pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

O julgamento está marcado para esta terça-feira (15). Esta é a primeira ação da Lava Jato que será julgada no STF e a primeira que pode levar à condenação de um político com foro privilegiado por envolvimento em fraudes na Petrobras.

No julgamento, os ministros decidirão se Meurer é culpado ou inocente das acusações. Se dois ministros votarem pela absolvição, o deputado poderá recorrer ao plenário do Supremo.

Entenda o caso

Nelson Meurer e os filhos são réuspor suspeita de terem se beneficiado de desvios de dinheiro da Petrobras.

Segundo a PGR, Meurer teria recebido R$ 29,7 milhões em repasses de R$ 300 mil mensais, operacionalizados por Alberto Youssef, entre 2006 e 2014.

O deputado, ainda de acordo com a denúncia, também teria recebido R$ 4 milhões em espécie para a campanha e outros R$ 500 mil na forma de doações eleitorais da construtora Queiroz Galvão. Os filhos teriam contribuído para receber e esconder a origem do dinheiro.

No documento enviado ao STF nesta segunda, a procuradora-geral, Raquel Dodge, enfatiza que os pagamentos feitos ao parlamentar foram comprovados a partir de depoimentos e outras provas documentais.

A defesa de Meurer e dos filhos argumenta no processo que não há provas da participação deles nos supostos crimes e disse que a acusação se baseou principalmente em depoimentos de delação premiada.

Veja Também
Polícia
Motociclista ferido em acidente no centro de DC
Polícia
Sujeito ameaça a mãe e é detido
Geral
Cerca de 30% dos trabalhadores querem um emprego novo em 2015
Geral
Reajuste do salário mínimo poderá ser adiado
Justiça
Ministério Público afirma que vai recorrer da decisão que livrou Zuffo da cadeia
Política
Senado aprova o fim de coligações em eleição para deputado e vereador