Previsão do tempo
22°
Parcialmente Nublado

Manhã da Fronteira

Sandro Barcelos

Super Manhã 94

Adriana Riva

Notícias
Geral
Ex-diretor da Secretaria de Educação do Paraná diz que pagou com propina gastos de campanhas e despesas pessoais de Beto Richa entre 2002 e 2015

O ex-diretor da Secretaria de Educação do Paraná Maurício Fanini afirma ter intermediado pagamentos de propina para o ex-governador Beto Richa (PSDB) entre os anos de 2002 e 2015.

As declarações foram documentadas em uma proposta de colaboração premiada feita à Procuradoria-Geral da República (PGR). Até esta terça-feira (5), o acordo ainda não havia sido fechado.

Segundo o ex-diretor, o dinheiro abasteceu as campanhas de Richa para a Prefeitura de Curitiba e para o Governo do Paraná, além de bancar gastos pessoais como viagens e a compra de um apartamento para o filho mais velho de Beto Richa, Marcello Richa.

Richa nega tudo e fala em "manobra arquitetada às vésperas do período eleitoral".

Fanini foi preso duas vezes pela Operação Quadro Negro, que investiga desvios de verbas que deveriam ser usadas na construção e reforma de escolas estaduais. A estimativa do Ministério Público do Paraná (MP-PR) é a de que a fraude tenha ultrapassado o montante de R$ 20 milhões.

Réu em três ações criminais relacionadas à operação, Fanini está detido na carceragem da Polícia Federal (PF) em Brasília desde maio deste ano.

Veja Também
Geral
Aposta de SP leva R$ 46 milhões na Mega-Sena
Polícia
Caminhão carregado com arroz tomba na BR-163
Educação
Ministro ‘desconversa’ sobre estados e municípios que não cumprem o piso nacional do magistério
Geral
Mega-Sena acumula outra vez e prêmio chega a R$ 38,5 milhões
Geral
Regras de aposentadoria de servidores públicos devem ser equiparadas às da iniciativa privada
Geral
Aposta única do DF fatura R$ 205 milhões