Previsão do tempo
14°
21°
Nublado e Pancadas de Chuva
Notícias
Geral
Lixo resultante da internet das coisas desafia cidades em todo o mundo

Rápida expansão da internet das coisas pode resultar em uma enorme concentração de lixo eletrônico em nossas cidades.

Um relatório da empresa Cisco aponta que, até 2020, haverá mais de 50 bilhões de conexões em todo o mundo.

Para lidar com o desafio do lixo eletrônico, a prefeitura de Melborne, na Austrália, instalou sensores nas árvores, através de uma plataforma digital de geolocalização.

A estratégia de longo prazo, que já mapeou 70 mil delas, é capaz de dizer qual a espécie, a idade, o estado de saúde e quando elas, provavelmente, morrerão.

As árvores receberam, cada uma, um e-mail único, pelo qual o cidadão foi convidado a enviar informações sobre seu estado de conservação ou sobre quaisquer eventuais problemas que elas estivessem enfrentando.

Só que, ao contrário do que era esperado, as pessoas começaram a escrever recados pessoais, falando, por exemplo, o quanto cada uma tinha sido importante na infância.

O que deveria ser encarado como um desastre, foi repensado pela prefeitura local, que agora estuda colocar sensores para criar uma comunicação de mão-dupla com o cidadão.

Você deve estar pensando, mas pra que tudo isso?

Essa foi uma maneira encontrada para engajar a sociedade em uma causa que era importante e focado em 3 problemas principais: mudança climática, crescimento da população e aquecimento urbano.

Aqui no Brasil, para ter uma ideia, apenas 18% das prefeituras têm planos de cidade inteligente, que incluem o acompanhamento em tempo real de equipamentos urbanos, como semáforos, ônibus e postes de iluminação.

Dos planos existentes até agora, o pagamento de transporte público com cartão eletrônico é ação mais frequente entre capitais e iluminação inteligente a menos recorrente.

 

As informações são do site Uol

Veja Também
Polícia
Em Barracão, homem atira pedras em galinhas e acerta veículo.
Geral
STF recebe nesta segunda-feira delação de executivos da Odebrecht
Geral
Risco de acidentes com fogos de artifício aumenta durante as festas juninas
Geral
Trabalhadores com mais de 65 anos ocupam menos de 1% das vagas formais
Polícia
Mulher esconde gravidez do marido e mata filho recém nascido EM Salto do Lontra
Aulas presenciais seguem suspensas até o dia 2 de agosto em SC