Previsão do tempo
20°
30°
Pancadas de Chuva à Noite

Brasil de Sul a Norte

Doalcei Alves

Notícias
Geral
Moraes nega liberdade a Lula e arquiva pedido da defesa para enviar caso à Segunda Turma do STF

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, negou nesta sexta-feira (29) o novo pedido de liberdade apresentado pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Na mesma decisão, Moraes arquivou o pedido dos advogados para que o caso de Lula fosse analisado pela Segunda Turma do tribunal, não pelo plenário da Corte.

Após a decisão, a defesa de Lula divulgou a seguinte nota: "A defesa irá recorrer para que o pedido de liberdade do ex-presidente Lula seja julgado pelo órgão previsto na lei e no regimento da Corte - que no caso é a 2a. Turma do STF".

Condenado a 12 anos e 1 mês de prisão, em regime inicialmente fechado, Lula está preso desde 7 de abril na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba (PR).

A defesa de Lula tem apresentado pedidos de liberdade ao STF. Os advogados também questionaram recente decisão do relator da Lava Jato, ministro Luiz Edson Fachin, de encaminhar outro pedido para julgamento em plenário.

Para os advogados de Lula, Fachin feriu o princípio do juiz natural, que garante ao acusado ser julgado pelo juízo competente.

Ao considerar improcedente a reclamação da defesa de Lula, Alexandre de Moraes negou, por consequência, um dos principais pedidos dos advogados do ex-presidente: para que Lula fosse solto e aguardasse em liberdade a análise, por outras instâncias da Justiça, dos recursos apresentados.

 

 

 

Veja Também
Geral
Passados 30 dias da posse, o prefeito de Salgado Filho avalia os trabalhos realizados pelo seu governo
Polícia
Agricultor é agredido e tem motocicleta roubada no interior de Manfrinópolis
Polícia
Veículo usado com ‘táxi’, mas sem licença, é notificado pela PM cerqueirense
Esportes
Rodada do Brasileirão terá clássicos no PR e no RJ e duelo entre líder e lanterna
Geral
Sistema Único de Saúde é prioridade recuperação da qualidade de vida no Brasil, considera ex-ministro Meirelles
Geral
Guerra nuclear pode estourar a qualquer momento’, diz Coreia do Norte na ONU