Previsão do tempo
20°
31°
Possibilidade de Pancadas de Chuva à Tarde

Nossa Terra Nossa Gente

Jeferson Rodrigues

Trânsito Livre

Loivo Miguel

Notícias
Polícia
Policiais acabam com festinha que perturbava o sossego alheio, em pleno o domingo, em Dionísio.

Próximo do horário do almoço de ontem (01), por volta das 11h30, a equipe PM foi acionada, via chamado de populares ao 190, de que havia a perturbação do sossego alheio, na Av. Washington Luís, próximo a um supermercado.

Policiais chegaram no local, em frente à um estabelecimento comercial (mecânica) e encontraram uma festa sendo realizada, com várias pessoas e som muito alto.

No interior do estabelecimento, policiais encontraram quatro masculinos deitados em uma cama.

Os policiais iniciaram o diálogo com os indivíduos, quando um elemento falou: “é hoje que mato todos vocês”, e tentou agredir à guarnição, com chutes e socos, o que foi devidamente contido. Porém, após o ato, tentou fugir do local, mas os policiais foram ágeis e realizaram a prisão do meliante.

Fato que gerou a indignação dos demais presentes, que tentaram evitar a prisão do criminoso e dificultar o trabalho dos policiais, o que foi necessário o uso do spray de pimenta para dispersar o tumulto.

A equipe PM conseguiu realizar a identificação dos agressores e realizou a prisão de todos eles, sendo levados à Delegacia de Polícia Civil, para os procedimentos cabíveis. Durante o deslocamento, os elementos tentaram se auto lesionares, se debatendo no interior da viatura. Também foi apreendido uma certa quantidade de bebida alcoólica, carteiras de cigarro e um aparelho de som.

 

Veja Também
Polícia
Concurso para Exército oferece mais de 100 vagas
Geral
Depois dos brasileiros, os argentinos foram os que mais reservaram ingressos para a Copa-2014, segundo a Fifa
Saúde
Campanha pretende reduzir fraturas por queda
Polícia
Bailes, festas e outros eventos, funcionarão somente até às 03h em Dionísio Cerqueira
Polícia
Dois acidentes de trânsito na Washington Luiz
Justiça
Cliente vítima de destrato em loja de celulares será indenizada em R$ 15 mil