Previsão do tempo
15°
24°
Chuva

Rota 94

Adriana Riva

Notícias
Geral
Pelo menos 3 mil mulheres brasileiras foram vítimas de feminicídio

Pelo menos três mil mulheres foram vítimas de feminicídio, no Brasil, de 2009 pra cá.

E cerca de seis mil e 400 sofreram tentativa de assassinato.

Isso só pelas denúncias recebidas via Central de Atendimento à Mulher, no telefone 180.

A tendência, porém, é que o número real de crimes seja bem maior.

Dados do Ministério da Saúde, por exemplo, apontam que quase 13 mulheres foram mortas, por dia, em 2016, por algum tipo de agressão.

O que dá um total de mais de quatro mil casos, em um único ano.

Um assassinato é considerado feminicídio se a vítima foi morta especificamente pelo fato de ser mulher.

Por exemplo, quando ela é alvo de preconceito ou de violência doméstica.

Em 2015, o feminicídio passou a ser considerado um agravante, no Código Penal Brasileiro, do crime de homicídio.

Talvez por isso, naquele ano o número de denúncias disparou mais de 10 vezes e chegou a quase mil registros.

A Organização Mundial da Saúde calcula que, de cada três mulheres, pelo menos uma já sofreu agressão ou abuso.

No Brasil, as denúncias podem ser feitas pelo telefone 180 e a ligação é gratuita.

Veja Também
Polícia
Garoto de 14 anos levava droga em mochila
Geral
Mega-Sena acumula outra vez e prêmio chega a R$ 38,5 milhões
Economia
Quase 10 mil mortos podem ter recebido Bolsa Família em Pernambuco
Saúde
Casos de sarampo diminuem 71%, mas vacinação ainda é necessária
30
Prêmio – Coleção de CD’s – Encontro de Bandas
Geral
Construir ou reformar fica 4% mais caro, diz FGV