Previsão do tempo
16°
28°
Parcialmente Nublado
Notícias
Geral
Desde a criação da nova lei trabalhista, Brasil teve 112 mil demissões por acordo entre patrão e funcionário

Cerca de 112 mil pessoas foram demitidas após acordos com os patrões, desde a criação da nova lei trabalhista.

Os números são do Ministério do Trabalho.

A possibilidade de acordo foi uma das principais novidades do novo pacote de regras que entrou em vigor há quase um ano.

Nesse caso, ao invés de pagar uma multa de 40 por cento do saldo do Fundo de Garantia, a empresa paga apenas 20 por cento. O trabalhador ainda tem direito a metade do aviso prévio e pode sacar até 80 por cento da grana do FGTS.

Os acordos, porém, representam apenas dois por cento das demissões registradas do País.

A maior parte das pessoas que combinaram a saída do emprego com o patrão, até agora, é composta por homens, com idade entre 30 e 39 anos, que atuavam no setor de serviços.

E a função mas atingida, com cerca de seis mil demissões, foi a de vendedor no comércio.

Vale lembrar que, quando faz esse tipo de acordo com o patrão, o trabalhador não tem direito ao seguro-desemprego.

Veja Também
Polícia
Operação Fronteira Segura é realizada na Aduana de Santo Antônio do Sudoeste
Saúde
Jovens na faixa dos 18 anos devem fazer espermograma, alerta médico
Geral
Ligações para celular sem o nono dígito não serão completadas a partir desta quarta-feira em SC
Política
Comissão aprova proposta que acaba com o voto secreto
Esportes
Comitê de Ética da Fifa suspende Blatter e Platini do futebol por oito anos
Polícia
Policia de Bernardo de Irigoyen recupera moto furtada no Paraná