Previsão do tempo
19°
30°
Parcialmente Nublado

Ave Maria

Paróquia de Barracão

Som Brasil

Laudinor Dalvani

Notícias
Geral
Crise no emprego muda comportamento de trabalhadores com tatuagem

Optar por uma marca no corpo pode criar situações embaraçosas para quem precisa manter o emprego.

Restrições impostas no mercado de trabalho para pessoas tatuadas tem provocado uma mudança comportamental.

Adeptos de tatuagem já aceitam esconder seus desenhos para concorrer a vagas que excluem candidatos por esse requisito.

Apesar de ser considerada discriminação, prevista na Constituição, a prática é regida pela oferta e procura.

As empresas exigem e o funcionário esconde a tatuagem para não perder o emprego.

Reportagem da BBC News mostra situações em que o candidato foi desclassificado na segunda fase de um concurso público por ter tatuagens.

Relata, também, casos de lojas e drogarias que pedem aos funcionários para cobrir os desenhos com esparadrapos.

A prática ganhou o nome de “efeito múmia”, já que as fitas se soltam com o calor e ficam penduradas pelo corpo.

Em 2016 o STF proibiu qualquer desclassificação de concurso público por causa de tatuagens.

Segundo o advogado Anis Kfouri, nenhum gestor pode obrigar o funcionário a esconder as tatuagens. Se houver constrangimento, cabe processo por danos morais e indenização, recomenda.

Veja Também
Saúde
Tratamento com antibióticos pode substituir cirurgia de apêndice
Polícia
Mantida condenação de homem que matou irmão a facadas após bebedeira
Polícia
PM de Barracão notifica condutor sem habilitação
Geral
Eleições 2018: tirar selfie na urna é proibido e pode dar prisão
Polícia
Elementos tentam furtar casa, mas são flagrados pelo vizinho e saem sem levar nada
Geral
Bancos fecham durante o Carnaval e reabrem na quarta ao meio-dia