Previsão do tempo
23°
32°
Pancadas de Chuva a Tarde

Brasil de Sul a Norte

Doalcei Alves

Notícias
Geral
Brasil já registrou 2.044 casos de sarampo; quase 8 mil estão sendo investigados

O Ministério da Saúde atualizou os números sobre o sarampo no Brasil.

De acordo com o órgão, o país registou dois mil e 44 casos da doença até a última segunda-feira, dia 8 de outubro.

A maioria deles no Amazonas, que tem mil 629 casos confirmados. Há alguns meses, o Amazonas enfrenta um surto da doença.

Outro estado que está em surto é Roraima, com 330 casos confirmados;

Também há registro de sarampo em outros sete estados da federação. O Ministério trata como isolados 3 casos registrados em São Paulo, 36 no Rio Grande do Sul; 18 no Rio de Janeiro, 2 em Rondônia e 17 no Pará. Sergipe e Pernambuco têm 4 casos cada e o Distrito Federal, 1.

O Ministério da Saúde revelou também que um total de 7 mil 966 registros estão sendo investigados.

A pasta afirma que todos os casos registrados no Brasil estão relacionados à importação. O genótipo do vírus que está circulando aqui é o mesmo que circula na Venezuela, país que enfrenta um surto de sarampo desde 2017.

O sarampo é transmitido de modo semelhante à gripe: de pessoa pra pessoa, por meio de tosse e secreções.

Por isso, é fundamental estar protegido. Pessoas de todas as idades podem tomar a vacina.

O Ministério da Saúde oferece a proteção contra o sarampo na rede pública para pessoas até 49 anos de idade.

Entre 1 ano e 29 anos, são duas doses; e para quem tem entre 30 e 49 anos, uma

Quem tem mais de 50 anos pode tomar a vacina na rede particular.

 

Veja Também
Polícia
Tragédia em Pinhalzinho. Homem encapuzado dispara contra família e mata um
Polícia
Adolescentes brigam em escola de Barracão
Esportes
Rodada do Brasileirão define rebaixados e quem vai jogar a pré-Libertadores
Polícia
Homem mata a mãe com golpe de cabo de enxada
Mundo
Substituir energia fóssil por fontes renováveis deve custar US$ 500 bi por ano até 2020
Economia
De cada dez brasileiros, seis deixam de usar crédito em outubro