Previsão do tempo
16°
26°
Variação de Nebulosidade

Sabadão Sertanejo

Doalcei Alves

Encontro de Bandas

Loivo Miguel

Notícias
Geral
Boletos de qualquer tipo e valor já podem ser pagos em qualquer banco, mesmo vencidos

Os boletos vencidos de qualquer valor e de todo tipo já podem ser pagos em qualquer banco.

Desde o fim de outubro, boletos de serviço e consumo a partir de um centavo já estavam sendo cadastrados na Nova Plataforma de Cobrança da Federação Brasileira de Bancos, a Febraban, o que já permitia o pagamento em toda a rede bancária, mesmo após a data de vencimento.

Mas havia restrições ainda com os boletos de cartão de crédito e de doações, que são aqueles que o valor a ser pago pode não ser exatamente o que consta no documento.

Segundo a Febraban, esse tipo de boleto representa cerca de 40% do total emitido no país e o cadastro deles na Nova Plataforma de cobrança começou a ser feito neste sábado, dia 10 de novembro.

Com isso, a Febraban considera que está concluído o processo de migração de cerca de 4 bilhões de boletos de pagamentos, do antigo modelo de liquidação e compensação, para o atual, que torna todo o processo mais seguro, com maior proteção contra fraudes.

O comprovante de pagamento também é mais completo. Tem os detalhes de juros, multa, desconto também as informações sobre o beneficiário e o pagador.

A partir de agora, nenhum boleto que não esteja cadastrado na Nova Plataforma de Cobrança será aceito.

Se você tiver um em mãos e ele for rejeitado na hora do pagamento, você terá que procurar o emissor do boleto para quitar o débito diretamente com ele ou pedir que ele cadastre a cobrança no novo sistema.

Veja Também
Geral
Justiça libera R$ 452 mi pra pagar segurados que pediram revisão do benefício do INSS
Economia
Volume de cheques sem fundos cai pelo segundo mês consecutivo, aponta Serasa
Economia
Quase 59 milhões de brasileiros estão endividados
Geral
Congresso aprova LDO com previsão de rombo de R$ 131,3 bilhões em 2018
Geral
Chuva deixa dezenas de pessoas desalojadas na Tri-Fronteira
Economia
Preço do frango dispara