Previsão do tempo
21°
Predomínio de Sol
Notícias
Tecnologia
Cuia elétrica, promete revolucionar os apreciadores do chimarrão

Uma tecnologia utilizada em celulares e outros aparelhos eletrônicos agora pode impactar o tradicional hábito de tomar chimarrão. O argentino Pablo Damián Gallego criou uma cuia com conexão USB que, ligada à energia elétrica, sobe sua temperatura interior para 60ºC. O aquecimento do recipiente impediria o choque térmico entre água quente e erva fria, processo que deixa o mate sem gosto com o passar do tempo (lavado).

 

Nossos hermanos argentinos são tão adeptos do matequanto nós, a tradição se repete em casa e em locais de trabalho e lazer. A proposta do chamado "Mate Elétrico" é acabar com a necessidade de trocar a erva de tempos em tempos para seguir tomando o amargo sem alterações no gosto. A ideia é que a mesma cuia, com a mesma erva-mate dentro, dure um dia inteiro, fazendo com que um chimarrão apreciado pela manhã, ainda possa ser servido pela tarde.

 

Gallego afirmou ao jornal argentino Clarín que "o importante do Mate Elétrico, mais do que manter a erva-mate na temperatura correta, que ela não se desmanche e que não tenhas que jogar ela fora, é que tu podes voltar a tomar um chimarrão meia hora depois de parar e ele vai estar igual ao primeiro".

 

O vídeo promocional do invento ainda cita a economia que o usuário teria comprando menos erva-mate, e a facilidade para os que moram em países ou lugares que não vendem a especiaria.

 

O "Mate Elétrico" é vendido em duas versões: cuia com entrada para cabo ou conjunto de cuia + base de carregamento sem fio. A base também pode carregar aparelhos celulares que contam com o mesmo recurso. A cuia é encontrada nas cores branca e preta, e pode ter até indicadores de funcionamento em LED que dão o acabamento estético no porongo digital. Os preços variam entre 699 pesos argentinos (o equivalente a R$ 71) e 2.699 pesos (cerca de R$ 274), e a invenção pode ser comprada via loja virtual.

Veja Também
Polícia
Estabelecimento comercial é furtado na madrugada de hoje em Dionísio Cerqueira
Economia
Chuva atrasa safra de cana, mas preço do álcool cai
Economia
Produção de motocicletas aumenta, em março, mas setor não escapa da crise
Política
Datafolha: Dilma soma 36%, Aécio 20% e Campos 8%
Política
Governo volta a acionar Supremo para pedir pressa sobre caso de Lula
Polícia
Motorista é surpreendido transporte vinho de origem argentina