Previsão do tempo
20°
24°
Nublado e Pancadas de Chuva

Manhã da Fronteira

Jeferson Rodrigues

Super Manhã 94

Adriana Riva

Notícias
Geral
17,3% dos catarinenses começaram o ano com contas em atraso, aponta Fecomércio-SC

A situação financeira dos catarinenses está melhor no começo deste ano. Dados da Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic) referente a janeiro de 2019, levantados pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina (Fecomércio-SC), mostram que 17,3% das famílias do Estado possuem contas em atraso, ou seja, estavam inadimplentes.

O resultado é menor que o registrado em janeiro de 2018, quando 19,7% dos entrevistados afirmaram ter débitos pendentes. Se comparado com o total visto em dezembro (18,1%), também houve melhora. O cartão de crédito segue sendo o vilão das dívidas. Em janeiro deste ano, 64,9% das dívidas eram nesta modalidade.

A federação analisa que os níveis de inadimplência observados em janeiro são considerados estáveis e condizentes com a situação econômica atual. Além disso, os resultados não apresentam riscos elevados, já que o tempo médio com dívidas em atraso está moderado (média de 70,1 dias em janeiro, contra os 71,4 registrados em dezembro).

A pesquisa ainda mostra que, ao todo, 52,6% dos consumidores do Estado estão endividados ou seja, tem alguma conta para pagar, mas não estão inadimplentes. Estima-se que deste total 10% não tenha condições de quitar os débitos. A parcela da renda comprometida com dívidas também se manteve estável, fechando em 28,9%. Por fim, o indicador tempo de comprometimento com dívidas caiu de 9,2 meses para 9 meses, nível considerado alto.

Entre as cinco cidades pesquisadas, Florianópolis é o município com o maior percentual de famílias endividadas (75,1%). Em seguida aparece Chapecó (48,4%) e Itajaí (45,8%). Em relação ao percentual de famílias com contas em atraso, Itajaí (23,2%) e Florianópolis (21,9%) lideram. Já Blumenau apresenta o menor percentual de inadimplentes (10,8%).

Veja Também
Saúde
Travestis e transexuais vão poder usar o nome social para atendimento no SUS
Geral
Bandeira tarifária amarela na conta de luz vai ficar mais cara
Polícia
Empresário é assaltado em Salgado FIlho
Geral
Bolsonaro despachará de gabinete no hospital durante recuperação de cirurgia, diz porta-voz
Geral
Em meio à seca, mais da metade da população da Grande SP reduz consumo e ganha desconto na conta de água
Política
Destino do PSDB em Santa Catarina deve ser orientado por projeto nacional