Previsão do tempo
18°
26°
Parcialmente Nublado

Musical

Notícias
Tecnologia
WhatsApp pode liberar em breve recurso que permite rejeitar convite para ser incluído em grupo

Um novo recurso pode chegar em breve nos WhatsApp.

Um recurso, aliás, desejado por muitos usuários: a possibilidade de rejeitar convites para grupos.

Ou seja, se não quiser, você não será mais incluído, à revelia, naquele grupo da família, da escola dos filhos ou do condomínio, por exemplo.

O que pode evitar aquela situação, digamos, constrangera de querer abandonar um grupo, mas ficar sem jeito de apertar o botão para sair ou a de ser adicionado em um grupo cheio de desconhecidos, algo que não é incomum entre os usuários do famoso aplicativo de troca de mensagens.

A nova ferramenta, segundo informações do site WABetaInfo, já está liberada em contas empresariais do WhatsApp e, embora não haja nenhuma data confirmada para que seja liberada a todos os usuários, a expectativa é que não demore.

Ainda de acordo com o que foi divulgado o recurso vai poder ser habilitado pelo usuário nas configurações de privacidade.

No campo Grupos, que vai aparecer, a pessoa vai poder escolher quem pode incluí-la a grupos. Serão 3 opções, como já acontece, por exemplo, com as opções “visto por último” ou “foto de perfil”: todos, meus contatos ou nenhum.

Se escolher nenhum, você vai receber uma solicitação para aceitar ou não participar de um grupo, com prazo de 72 horas para a decidir.

Isso também vai acontecer se você escolher que apenas os seus meus contatos podem te adicionar em grupos e uma pessoa cujo telefone não estiver salvo na sua agenda tentar te adicionar.

Veja Também
Polícia
Brasileiro se envolve em grave acidente na Argentina e sofre ferimentos leves
Polícia
Governo federal reduz gastos anuais com segurança pública
Geral
Sete em cada 10 brasileiros atrasaram alguma conta no ano passado
Polícia
Litro da gasolina chega a R$ 5 no Sudoeste do Paraná, com bloqueios nas rodovias
Geral
Secretaria da saúde de Bom Jesus do Sul inicia 2018 com novos profissionais no atendimento dos munícipes.
Política
Fundador do PT, Hélio Bicudo pede impeachment de Dilma