Previsão do tempo
21°
Predomínio de Sol

Manhã da Fronteira

Sandro Barcelos

Super Manhã 94

Adriana Riva

Notícias
Mundo
ONU atribui a Israel crimes contra a humanidade promovidos por ataques em Gaza, em 2018

Relatório do Conselho de Direitos Humanos da ONU apontou que respostas de Israel ao conflito em Gaza, em 2018, podem ser considerados crime contra a humanidade.

Uma comissão analisou fatos do conflito ocorrido em território palestino entre março e dezembro.

Concluiu que soldados israelenses cometeram violações contra os direitos humanos e o direito internacional humanitário, alguns que podem se constituir em crimes de guerra e devem ser imediatamente investigados.

Segundo a ONU, mais de 6 mil manifestantes, desarmados, foram atingidos por atiradores de elite militares por várias semanas, durante os protestos.

Entre as vítimas, estavam jornalistas, profissionais de saúde, crianças e pessoas com deficiências, visivelmente reconhecíveis.

No relatório, a pesquisadora Sara Hossain destaca que não há razão para ferir jornalistas, médicos e pessoas que não representam ameaça iminente de morte. E que atacar crianças e deficientes é alarmante.

Segundo a investigação, pelo menos 251 palestinos foram mortos por tiros israelenses ao longo da fronteiro. Outros, morreram em ataques por retaliações a atos hostis.

Israel rejeitou o relatório da ONU, que será reapresentado em 18 de março, com mais detalhes.

Veja Também
Polícia
Ex-prefeito Gaievski é condenado pela sexta vez
Polícia
Autonomia vai permitir criação de delegacias de combate à corrupção da Polícia Federal
Geral
Aceleradora vai selecionar negócios inovadores para a saúde básica dos brasileiros
Saúde
Equipes de Saúde de Barracão, Bom Jesus do Sul e Dionísio Cerqueira se mobilizam para atingir metas na campanha de vacinação contra a Pólio
Geral
Novo recurso do Whatsapp impede que usuário seja incluído em grupos sem autorização
Geral
Contas de 2016 de Dionísio Cerqueira são rejeitadas pelo Tribunal de Contas do Estado de Santa Catarina