Previsão do tempo
18°
30°
Possibilidade de Pancadas de Chuva à Tarde

Clube do Povo

Doalcei Alves

Rota 94

Adriana Riva

Notícias
Geral
Beto Richa e outros cinco viram réus em processo que apura desvio de dinheiro em obras de escolas

O ex-governador do Paraná Beto Richa e outras cinco pessoas viraram réus em um processo da Operação Quadro Negro, que apura desvios de dinheiro, em mais de R$ 20 milhões, em obras de reformas de escolas.

Richa responde pelos crimes de organização criminosa, corrupção passiva e prorrogação indevida de contrato de licitação. A denúncia do Ministério Público do Paraná foi aceita pela 9ª Vara Criminal de Curitiba nesta segunda-feira (25).

O ex-governador está preso no Complexo Médico Penal de Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, desde terça-feira (19).

O juiz Fernando Bardelli Silva Fischer também aceitou as denúncias contra o primo de Richa, Luiz Abi Antoun, o ex-assessor de Richa, Ezequias Moreira, além de Jorge Atherino, que é considerado um dos operadores do esquema, Maurício Fanini, ex-diretor da Secretaria de Educação do Paraná (Seed) e Eduardo Lopes de Souza, proprietário da construtora Valor.

Fanini e Eduardo Lopes são delatores na operação.

Atherino e Moreira também foram presos preventivamente na mesma ação da Quadro Negro que prendeu Beto Richa.

No documento, o juiz também destaca a publicação no Diário Oficial do estado de 9 de dezembro de 2014, em que, segundo ele, o ex-governador autoriza seis aditivos aos contratos das escolas no mesmo dia. Todos em favor da Construtora Valor, em um montante que ultrapassava R$ 5 milhões.    Maurício Fanini: corrupção passiva;

Entre outras provas, a investigação que levou Richa e os outros envolvidos a se tornarem réus foi baseada na delação premiada feita por Maurício Fanini, que está preso desde 2017.

Veja Também
Geral
Diretoria de Turismo e Cultura de Dionísio Cerqueira faz balanço positivo das ações em 2019
Geral
Lava Jato acumula R$ 2,6 bilhões bloqueados na Suíça
Polícia
Mãe é suspeita de matar o próprio filho em Palmas
Polícia
Estado compra 300 detectores de metal para barrar celulares nos presídios
Geral
Comissão aprova regulamentação de emendas das domésticas
Polícia
Rapaz foi torturado, esquartejado e jogado em fossa