Previsão do tempo
10°
24°
Predomínio de Sol

Rota 94

Adriana Riva

Notícias
Ministério da Saúde muda protocolo e libera cloroquina em casos leves de Covid-19

Pela primeira vez desde que o novo coronavírus se espalhou em pandemia por todo o mundo, o presidente Jair Bolsonaro admitiu, nesta quarta-feira, que a cloroquina não tem eficácia comprovada.

O que a ciência defende desde que a Covid-19 contaminou populações de cerca de 180 países, o governo brasileiro reconhece após um saldo de quase 18 mil mortes e 280 mil infectados.

Mesmo sem reconhecer a eficácia conforme comprovação científica, Bolsonaro permitiu a liberação do medicamento para casos leves.

Os pacientes que receberem a prescrição terão de assinar um termo de consentimento.

O documento relata que não há certeza de melhora clínica nos casos de Covid-19 quando tratados com cloroquina ou hidroxicloroquina.

E que os fármacos podem causar efeitos colaterais como redução dos
glóbulos brancos, disfunção do fígado, disfunção cardíaca e arritmias, e alterações visuais por danos na retina.

 

Veja Também
Educação
Resultado do ENEM deve ser divulgado hoje ou amanhã
Saúde
Gravidez precoce diminui no Brasil, mas acontece mais com negras e moradoras do campo
Geral
OUÇA: Valdinei Batisti dá detalhes sobre as medidas adotadas após primeiro caso de covid-19 no município.
Esportes
DME e CME discutem hoje a situação do campeonato de futebol de Dionísio Cerqueira, primeira divisão
Geral
Um terço dos que fazem tatuagem se arrepende, diz estudo
Geral
Reforço no abastecimento de combustíveis para o Sul