Previsão do tempo
14°
22°
Pancadas de Chuva a Tarde

Brasil de Sul a Norte

Doalcei Alves

Notícias
Polícia
Agentes penitenciários fazem paralisação pedindo que direito de usar arma seja retomado

 

Em protesto contra o veto da presidente Dilma Rousseff ao Projeto de Lei 87/2011, que autorizava o porte de arma de fogo por agentes penitenciários fora do serviço, a categoria começou na manhã de quarta-feira uma paralisação de 24 horas que atinge 17 estados brasileiros, incluindo Santa Catarina, e o Distrito Federal. Durante a mobilização, apenas 30% dos serviços da categoria está em execução. O presidente do Sintespe lembra que em Santa Catarina os agentes penitenciários têm porte de arma institucional durante a função e na folga, além de permissão de andar com arma pessoal, registrada e autorizada pela Polícia Federal. Conforme ele, três unidades em SC paralisaram parcialmente: a Penitenciária de São Pedro de Alcântara, o Presídio Masculino de Florianópolis e a casa da visita da Penitenciária de Florianópolis.

Em carta aberta divulgada na quarta-feira, o diretor do Departamento Estadual de Administração Prisional (Deap), o também agente penitenciário Leandro Lima, disse que não encontra motivos capazes de justificar a posição da presidente e "roga" à bancada de SC no Congresso Nacional manifestação pela derrubada do veto. Ele ressaltou que o agente fica à mercê dos riscos de sua profissão, não somente em seu local de trabalho, mas também fora dele.

 

 

Veja Também
Geral
Suzane von Richthofen vai cumprir pena em regime semiaberto e trabalhar como secretária executiva em escritório
Geral
PF abre inquérito sobre denúncia de Valério contra Lula no caso do Mensalão
Economia
Crédito vai crescer mais em 2013
Geral
Bom Jesus do Sul - Linha São Paulo sedia neste domingo a Festa do Morango
Economia
Projeto quer isentar 13º salário da cobrança de IR
Geral
Receita libera consulta a restituições do Imposto de Renda de 2008 a 2018