Previsão do tempo
22°
32°
Predomínio de Sol

Encontro de Bandas

Laudinor Dalvani

Notícias
Justiça Trabalhista decide que gravidez ocorrida durante aviso prévio, garante estabilidade provisória no emprego
Decisão do TST dá a gestante o direito ao pagamento dos salários e da indenização

 

O Tribunal Superior do Trabalho (TST) decidiu, no início deste mês, que a gravidez ocorrida no período de aviso prévio, ainda que indenizado, garante à trabalhadora a estabilidade provisória no emprego. A decisão unânime da Terceira Turma do TST dá à gestante o direito ao pagamento dos salários e da indenização.
 
Em processo analisado na Corte, uma trabalhadora que ficou grávida no período do aviso prévio conseguiu o direito de receber os salários e demais direitos correspondentes ao período da garantia provisória de emprego assegurada à gestante. A Terceira Turma deu provimento ao seu recurso e reformou as decisões das instâncias anteriores.
 
De acordo com a Constituição Federal, o período de garantia provisória de emprego assegurada às mulheres grávidas é cinco meses após o parto.
 
Após duas decisões negativas na Justiça, a trabalhadora recorreu ao TST. O relator do processo, ministro Maurício Godinho Delgado, destacou que a data de saída a ser anotada na Carteira de Trabalho deve corresponder à do término do prazo do aviso prévio, ainda que indenizado e entendeu que a estabilidade estava configurada. Entretanto, apesar da decisão favorável à gestante, não foi assegurada a reintegração ao trabalho.
 
O voto do ministro relator foi acompanhado pelos demais ministros da Terceira Turma. A empresa ainda pode recorrer da decisão do TST.
Veja Também
Polícia
Iniciam as instalações do sistema de videomonitoramento em São Miguel do Oeste
Economia
Cancelamento da bandeira vermelha nas contas de luz pode diminuir em até 0.4% a inflação
Polícia
Dionísio Cerqueira - Após colisão piloto de moto foge do local do acidente
Geral
Trabalho infantil sobe no Brasil pela primeira vez desde 2005
Polícia
Veículo com licenciamento atrasado é flagrado com criança no banco da frente em Barracão
Polícia
Criança de 3 anos mata pai com tiro no peito