Previsão do tempo
16°
Predomínio de Sol
Notícias
Paraná
Cobertura televisiva do enterro de Mantela será desafio tecnológico
A imprensa deve respeitar o limite de aproximação imposto pela polícia, o que transforma a visibilidade a distância um fator importante na cobertura

O mundo inteiro estará com os olhos voltados ao enterrio do ex-líder sul africano Nelson Mandela. Mas para isso acontecer, as equipes de jornalismos no evento terão que lutar por uma boa imagem. São vários fatores que dificultam a cobertura.

Além da segurança e das restrições, o clima no vilarejo onde Nelson Mandela será enterrado têm dificultado a transmissão do sinal para satélites e embaçado a nitidez das imagens.

Mesmo cinegrafistas e fotógrafos com os mais modernos equipamentos, nada podem fazer quando a neblina se torna espessa e a propriedade da família Mandela fica escondida sob nuvens. A imprensa deve respeitar o limite de aproximação imposto pela polícia, o que transforma a visibilidade a distância um fator importante na cobertura.

As estradas de terra enlameadas devem se tornar um problema logístico, não somente para os estrangeiros, mas também para as autoridades que vão acompanhar o sepultamento. De acordo com a previsão do tempo, a possibilidade é de 60% de chuva no próximo domingo, dia do enterro de Nelson Mandela. 

Veja Também
Geral
Temer diz que governo estuda aumento da alíquota do IR, mas que ainda não há 'nada decidido'
Geral
Casal de Obreiros da Assembleia de Deus de Barracão será enviado para trabalho missionário na África
Polícia
Novos radares da Polícia Rodoviária vão coibir acidentes nas rodovias
Polícia
Três pessoas ficam feridas em colisão de caminhões na BR-163
Polícia
Adolescentes cumprirão medida socioeducativa de internação por homicídio qualificado
Esportes
Inter faz consulta na Conmebol e CBF para garantir Oscar