Previsão do tempo
16°
26°
Variação de Nebulosidade

Sabadão Sertanejo

Doalcei Alves

Encontro de Bandas

Loivo Miguel

Notícias
Mundo
Argentina que injetou vaselina nos seios morre depois de ficar um mês sofrendo no hospital
A falta de noção sobre o perigo tira a vida de mais uma mulher, na busca pela beleza estética

A falta de noção sobre o perigo tira a vida de mais uma mulher, na busca pela beleza estética.

A argentina Sonia Pérez Lanzon, de 39 anos, injetou vaselina nos seios e morreu depois de ficar um mês hospitalizada.

O médico que atendeu a mulher diz que os seios dela ficaram como se tivessem levado golpes. Explicou que a vaselina é um líquido oleoso e denso, tirado do petróleo. Entrou na corrente sanguínea e depois afetou os pulmões da mulher, provocando graves dificuldades de respiração.

O médico Júlio Cardenas disse que nunca tinha visto um caso desse tipo. Informou que o corpo produz anticorpos para expulsar vírus e bactérias, mas não consegue remover um óleo como o da vaselina.

Familiares revelaram que Sonia praticava vários tipos de esportes, atletismo e boxe, por exemplo, e que também era excessivamente preocupada com a imagem.

Os argentinos, tanto mulheres como homens, têm mania de exagerar no culto à beleza. Só nos últimos quatro anos aumentou em cinco vezes o número de cirurgias plásticas feitas no país, a ponto de uma deputada apresentar projeto que proíbe esse tipo de operação.

 

Veja Também
Geral
Gabarito oficial do Enem 2012 já está liberado
Geral
Flor da Serra do Sul investe R$ 200 mil na pavimentação asfáltica na conhecida ‘Serra do Picadão’
Saúde
Meninas de 10 e 11 anos serão vacinadas contra o vírus HPV
Geral
Justiça marca para setembro audiência com moradores atingidos pelas obras da BR-163, no extremo oeste catarinense
Geral
Prazo para sacar abono do PIS termina no fim do mês
Geral
Poluição do ar afeta nove em cada dez habitantes do planeta