Previsão do tempo
20°
31°
Parcialmente Nublado
Notícias
Mundo
Argentina que injetou vaselina nos seios morre depois de ficar um mês sofrendo no hospital
A falta de noção sobre o perigo tira a vida de mais uma mulher, na busca pela beleza estética

A falta de noção sobre o perigo tira a vida de mais uma mulher, na busca pela beleza estética.

A argentina Sonia Pérez Lanzon, de 39 anos, injetou vaselina nos seios e morreu depois de ficar um mês hospitalizada.

O médico que atendeu a mulher diz que os seios dela ficaram como se tivessem levado golpes. Explicou que a vaselina é um líquido oleoso e denso, tirado do petróleo. Entrou na corrente sanguínea e depois afetou os pulmões da mulher, provocando graves dificuldades de respiração.

O médico Júlio Cardenas disse que nunca tinha visto um caso desse tipo. Informou que o corpo produz anticorpos para expulsar vírus e bactérias, mas não consegue remover um óleo como o da vaselina.

Familiares revelaram que Sonia praticava vários tipos de esportes, atletismo e boxe, por exemplo, e que também era excessivamente preocupada com a imagem.

Os argentinos, tanto mulheres como homens, têm mania de exagerar no culto à beleza. Só nos últimos quatro anos aumentou em cinco vezes o número de cirurgias plásticas feitas no país, a ponto de uma deputada apresentar projeto que proíbe esse tipo de operação.

 

Veja Também
Geral
Ex-Prefeito e responsável pela criação do Natal Luz de Gramado visita cidades gêmeas e diz que Fronteira precisa encontrar seu DNA turístico.
Geral
Administração de Bom Jesus do Sul entrega novos tratores para atendimento ao interior do município.
Geral
Paraná construirá 18 novas escolas de ensino fundamental e médio
Polícia
ONU faz apelo contra tráfico de pessoas
Geral
Black Friday ajudou, mas não impediu nova queda nas vendas do comércio
Geral
Vereador João Sthal entende estar ameaçado de morte após declaração do Prefeito de Dionísio Cerqueira na última semana