Previsão do tempo
18°
27°
Pancadas de Chuva

Manhã da Fronteira

Jeferson Rodrigues

Super Manhã 94

Loivo Miguel

Notícias
Polícia
Acusado de assassinar um homem com 28 facadas será julgado pelo Tribunal do Júri
Encaminhado ao Tribunal do Júri, o acusado recorreu, alegando inexistirem provas

A 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Santa Catarina negou provimento a recurso interposto por acusado de matar um homem, contra quem desferiu 28 facadas por suposta dívida de drogas no valor de R$ 110. A vítima era dependente química.

Encaminhado ao Tribunal do Júri, o acusado recorreu, alegando inexistirem provas robustas e suficientes da autoria do crime, com denúncia pautada apenas nas palavras de informantes.

Ponderou que os elementos de convicção limitaram-se a bilhetes recebidos pela irmã da vítima, os quais atribuíram a ele a responsabilidade pelo homicídio.

De acordo com os membros da câmara, não obstante a negativa do apelante, há indícios suficientes da autoria delitiva. Em depoimento, a sobrinha da vítima afirmou que, um ano antes do crime, esta avisou que se algo lhe acontecesse o acusado seria o responsável.

Conforme o relator da matéria, desembargador Sérgio Rizelo, "com base nas provas obtidas, percebe-se a existência da materialidade e indícios suficientes de autoria, as quais apontam que a vítima foi morta com 28 facadas e outras agressões mais”. Bem como, que o crime ocorreu em decorrência de dívida advinda do comércio espúrio, o que sugere a existência do homicídio e admite, em tese, a qualificação do motivo torpe e do meio cruel.

 

Veja Também
Polícia
Policiais civis de SC não descartam paralisação
Patrulha Rural apreende armas em Mariópolis
Economia
Salário mínimo pode passar para R$ 722,90 no ano que vem
Política
Decisão judicial suspende direitos políticos de vereador de Guaraciaba
Polícia
Preso acusado de matar recém nascida com 5 dias de vida
Geral
Anatel começa a bloquear celulares irregulares; proprietários receberão mensagens