Previsão do tempo
19°
Parcialmente Nublado

Nossa Terra Nossa Gente

Doalcei Alves

Trânsito Livre

Sandro Barcellos

Notícias
Economia
Combustível fica mais caro e puxa custo de vida das famílias, enquanto preço do leite e das roupas diminui

O custo de vida do brasileiro voltou a subir.

E o Índice Geral de Preços – Mercado, o IGP-M, apurado pela Fundação Getúlio Vargas, disparou 0,74 por cento na primeira medição feita em março. O indicador, aliás, é usado como base para o reajuste da maioria dos contratos de aluguel.

Para chegar ao resultado final, a FGV levou em conta, primeiro, os preços cobrados de quem produz.

Neste caso, houve alta puxada principalmente por matérias primas compradas pela indústria, como soja e cana-de-açúcar.

O segundo indicador é o custo da construção civil, que perdeu força, mas ainda assim subiu 0,2 por cento, graças aos aumentos dos materiais e também da mão de obra.

E o terceiro fica por conta dos preços cobrados diretamente dos consumidores. Com alta de 0,88 por cento. Puxada, por exemplo, por aumentos como os da gasolina, do álcool e da refeição fora de casa, em bares e restaurantes.

O estrago só não foi maior porque as roupas e o leite, por exemplo, ficaram mais baratos.

Veja Também
Polícia
Polícia Militar apoia Justiça em reintegração de posse em Campo Erê
Geral
Prefeito Marco Zandoná fala sobre a chegada dos novos veículos
Geral
Triplica o número de pessoas que devem prestação da casa própria
Educação
MEC libera as consultas às vagas do Sisu
Geral
Obras de revitalização da Fronteira seguem transformando as Cidades Gêmeas
Geral
Proibição de distribuição das sacolas plásticas nas capitais