Previsão do tempo
15°
17°
Chuva pela Manhã
Notícias
Polícia
Três índios perdem a vida em atropelamento no Paraná
O motorista de 28 anos de idade não tem carteira de habilitação e estava embriagado

Um homem foi preso em flagrante neste domingo (30) pela Polícia Rodoviária Federal, por triplo homicídio e embriaguez ao volante, após atropelar cinco índios que caminhavam pelo acostamento da BR-277, em Nova Laranjeiras, região Centro-Sul do Paraná. O acidente ocorreu por volta de 5h30, no quilômetro 477 da rodovia.

O motorista de 28 anos de idade não tem carteira de habilitação e estava embriagado.

Dos cinco pedestres indígenas, três morreram no local, sendo todos do sexo masculino. Eles tinham 21, 32 e 47 anos de idade. Um quarto índio, cuja idade ainda não foi apurada pela PRF, foi socorrido em estado grave e encaminhado a um hospital de Guarapuava (PR). O quinto pedestre atropelado, de 39 anos, teve lesões leves.

Dentro do carro, uma VW/Parati, havia cinco pessoas, três delas adolescentes. O grupo estava em uma casa noturna, em Nova Laranjeiras, e retornava para a cidade de Diamante do Sul. O grupo ainda utilizava as pulseiras distribuídas na entrada do evento.

De acordo com os policiais rodoviários federais que atenderam a ocorrência, o motorista da Parati perdeu o controle em uma curva, invadiu a faixa e o acostamento do sentido contrário e atropelou o grupo de índios.

O motorista segue internado no Hospital São José, de Laranjeiras do Sul, sob custódia policial.

 

 

foto meramente ilustrativa

Veja Também
Polícia
Caminhão emplacado em Barracão é abordado com carga de Alpiste, possivelmente contrabandeada
Polícia
Uma mulher é estuprada a cada onze minutos no Brasil; projeto pode garantir atendimento preferencial
Saúde
Diagnóstico precoce pode ser determinante na qualidade de vida do paciente com mieloma múltiplo
Geral
SDR Dionísio Cerqueira reunirá diretores em São José do Cedro
Geral
WhatsApp terá chamada de voz a partir do próximo trimestre
Geral
Poupança em alta tem o melhor resultado desde 2013, diz Banco Central