Previsão do tempo
16°
Chuva pela Manhã

Conexão 94

Valdir Barcela

Notícias
Polícia
Bombeiro é o primeiro condenado no processo criminal da boate Kiss
A punição foi divulgada pelo juiz Ulysses Louzada, responsável pelo caso

Mais de dois anos e sete meses depois da tragédia que vitimou 242 pessoas, a Justiça do Rio Grande do Sul condenou nesta terça-feira (1º) o primeiro réu no processo criminal sobre o incêndio na boate Kiss, em Santa Maria.

O Major Gerson da Rosa Pereira, ex-chefe do Estado Maior do 4º Comando Regional do Corpo de Bombeiros, foi condenado a seis meses de detenção.

A punição foi divulgada pelo juiz Ulysses Louzada, responsável pelo caso. A pena pode ser convertida em prestação de serviços à comunidade, mas a defesa do major informou que vai recorrer da decisão.

O militar foi condenado pelo crime de fraude processual. Segundo a denúncia do Ministério Público, nos dias seguintes à tragédia, o Major e o Sargento Renan Severo Berleze inseriram, no arquivo da boate no Corpo de Bombeiros, documentos que não faziam parte do plano de prevenção contra incêndio da casa noturna.

Em novembro, o bombeiro Renan aceitou a suspensão condicional do processo em troca do pagamento de dois salários mínimos e da obrigação de se apresentar à Justiça a cada três meses durante dois anos. Gerson não aceitou o mesmo acordo, e o processo prosseguiu na Justiça.

 

 

foto meramente ilustrativa

Veja Também
Justiça
Tragédia da Boate Kiss completa três anos sem presos ou indenização às famílias
Geral
Prefeito de Manfrinópolis entra no quarto mês de gestão ajustando a equipe administrativa
Polícia
Duas pessoas morrem em colisão frontal entre Caminhão e automóvel no Oeste Catarinense
Geral
Empresas não são obrigadas a conceder folgas em dias de jogos do brasil
Geral
Garoto passa por cirurgia de implante de marca-passo neste sábado
Geral
Estudo aponta que Aduana de Dionísio Cerqueira é uma das mais ineficientes do Brasil