Previsão do tempo
20°
Parcialmente Nublado

Chimarreando com a Fronteira

Loreno da Silva

Som Brasil

Laudinor Dalvani

Notícias
Política
Campanha eleitoral no rádio e na televisão tem prazo reduzido de 45 para 35 dias
Alguns pontos da nova legislação terão impacto positivo para o setor de radiodifusão

As mudanças da Reforma Eleitoral (Lei 13.165/15) sancionada pela presidente Dilma Rousseff, já valerão para as próximas eleições.

Alguns pontos da nova legislação terão impacto positivo para o setor de radiodifusão, como:

- Redução do prazo da campanha eleitoral no rádio e na televisão, que passa a ser 35 dias antes do pleito e não mais 45 dias.  Com isso, a campanha será feita da seguinte forma:

a) Eleições gerais – redução de dois blocos diários de 50 minutos para 25 minutos cada;

b) Eleições municipais – redução de dois blocos diários de 30 para 10 minutos cada;

c) As inserções de 15 segundos foram extintas;

d) Somente serão exibidas as inserções de televisão nos municípios onde houver estação geradora de radiodifusão de sons e imagens;

e) O prazo para exibição dos 10 minutos a que o TSE tem direito passa a ser um mês antes do início da propaganda eleitoral e nos três dias que antecedem o pleito;

f) O prazo previsto no artigo 93A destinado a incentivar a participação feminina diminui para cinco minutos.

- A campanha eleitoral passa a ser permitida a partir de 15 de agosto do ano da eleição. Anteriormente, a campanha era permitida após o dia 5 de julho;

Outra mudança significativa são as regras para a realização dos debates. Anteriormente era necessária a participação de todos os candidatos. A partir de agora, será necessário o convite aos candidatos de partidos com representação superior a nove deputados e as regras do debate deverão ser aprovadas por 2/3 dos participantes.

A nova legislação não alterou o tempo dos programas em bloco para o segundo turno. Também não houve alteração no limite de cinco minutos diários para exibição da propaganda partidária.

Com a redução dos blocos diários, houve um aumento no tempo de inserções de propaganda eleitoral, que passou de 30 para 70 minutos diários. No entanto, o horário de exibição das inserções foi ampliado das 5h da manhã à meia-noite.

Veja Também
Justiça
Receita encaminha pedido para quebra de sigilo de empresa de filho de Lula
Educação
Pedido de isenção do Enem 2018 vai até dia 11
Polícia
Motorista morre e quatro ficam feridos após saída de pista na BR-282
Geral
Airbus vai pagar R$ 30 milhões às famílias vítimas do voo da TAM
Polícia
Corrupção é sistêmica na política do país, acredita delegada da operação
Geral
Crise na saúde de Santa Catarina. Agora são bolsas coletoras que faltam nas unidades de saúde