Previsão do tempo
16°
26°
Pancadas de Chuva a Tarde

Jornal da Manhã

Cláudio Saccol

Bom dia Fronteira

Jeferson Rodrigues

Notícias
Política
Campanha eleitoral no rádio e na televisão tem prazo reduzido de 45 para 35 dias
Alguns pontos da nova legislação terão impacto positivo para o setor de radiodifusão

As mudanças da Reforma Eleitoral (Lei 13.165/15) sancionada pela presidente Dilma Rousseff, já valerão para as próximas eleições.

Alguns pontos da nova legislação terão impacto positivo para o setor de radiodifusão, como:

- Redução do prazo da campanha eleitoral no rádio e na televisão, que passa a ser 35 dias antes do pleito e não mais 45 dias.  Com isso, a campanha será feita da seguinte forma:

a) Eleições gerais – redução de dois blocos diários de 50 minutos para 25 minutos cada;

b) Eleições municipais – redução de dois blocos diários de 30 para 10 minutos cada;

c) As inserções de 15 segundos foram extintas;

d) Somente serão exibidas as inserções de televisão nos municípios onde houver estação geradora de radiodifusão de sons e imagens;

e) O prazo para exibição dos 10 minutos a que o TSE tem direito passa a ser um mês antes do início da propaganda eleitoral e nos três dias que antecedem o pleito;

f) O prazo previsto no artigo 93A destinado a incentivar a participação feminina diminui para cinco minutos.

- A campanha eleitoral passa a ser permitida a partir de 15 de agosto do ano da eleição. Anteriormente, a campanha era permitida após o dia 5 de julho;

Outra mudança significativa são as regras para a realização dos debates. Anteriormente era necessária a participação de todos os candidatos. A partir de agora, será necessário o convite aos candidatos de partidos com representação superior a nove deputados e as regras do debate deverão ser aprovadas por 2/3 dos participantes.

A nova legislação não alterou o tempo dos programas em bloco para o segundo turno. Também não houve alteração no limite de cinco minutos diários para exibição da propaganda partidária.

Com a redução dos blocos diários, houve um aumento no tempo de inserções de propaganda eleitoral, que passou de 30 para 70 minutos diários. No entanto, o horário de exibição das inserções foi ampliado das 5h da manhã à meia-noite.

Veja Também
Geral
Lula é denunciado por lavagem de dinheiro em negócio envolvendo a Guiné Equatorial
Geral
ACAERT promoverá debates e sabatinas com candidatos ao Governo de Santa Catarina
Política
Regional de SMOeste recebe encontro de implementação das Agências
Geral
Dnit licita obras de restauração de rodovias do Oeste
Educação
Governo investe R$ 500 milhões em melhoria das escolas
Geral
Formada Comissão para viabilizar curso de Medicina na região